Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
   
Procura Avançada
E-conversas promovidas pela "Nave Voadora, Bibliotecas Itinerantes de Portugal"


​As Bibliotecas Itinerantes face à pandemia

Com uma cada vez maior diversidade de serviços, de forma a responderem não só às necessidades tradicionais como também às decorrentes da crescente evolução de serviços eletrónicos, há já muitos serviços de biblioteca itinerante que agregam um vasto leque de valências de apoio ao cidadão como pagamentos eletrónicos, digitalizações e impressões, acesso à Internet e utilização de computadores, ações de sensibilização, animação cultural e jogos, serviço de referência, consulta e empréstimo de livros, jornais e revistas cd's e dvd's e até de cuidados básicos de saúde.

Os serviços de biblioteca itinerante, disponibilizados de forma gratuita, têm crescido nos últimos anos, quer em diversidade de oferta, quer no número de concelhos que adquire novas unidades móveis, fruto das necessidades crescentes de populações mais periféricas e isoladas face à sede do concelho onde normalmente está instalada a Biblioteca, ou aos seus núcleos urbanos muitas vezes servidos por polos, anexos ou pontos de leitura.

A valorização destes serviços por parte do poder local demonstra também o reconhecimento do seu papel de proximidade junto da comunidade, papel esse que recebe responsabilidades acrescidas em tempo de pandemia, confinamento e distanciamento social, como o que hoje vivemos.

Seja para disponibilizar livros e leituras, rastreios médicos, acesso à Internet ou para recolher memórias, entre dois dedos de conversa (por vezes a única em dias) e um pouco de companhia, as bibliotecas itinerantes prestam um serviço público único para quem vive nos lugares e aldeias mais isoladas do nosso país.

Não espanta portanto, e faz todo o sentido, que os profissionais destes serviços discutam sobre a melhor forma de responder às novas necessidades das comunidades e de traçar em conjunto cenários para um futuro que é tão incerto. Assim, no passado dia 28 de Julho, a "Nave Voadora, Bibliotecas Itinerantes de Portugal", promoveu a primeira sessão (*) da E-Conversa intitulada "Bibliotecas Itinerantes no pós Covid-19: E agora o que fazer?", onde foram discutidas algumas das questões que se colocam aos seus profissionais.

No próximo dia 15 de setembro, pelas 21 horas (hora PT), está agendada a segunda sessão desta E-Conversa, que contará com a participação de Bruno Duarte Eiras e Jaime Ramos como oradores convidados.

BIsessao1.jpgBIsessão2.jpg

(*)A gravação da primeira sessão, que teve como convidados Maria Beatriz Marques e Roberto Soto Arranz, já se encontra disponível no canal YouTube da Nave Voadora.


RD | 28-08-2020    
    
© 2007-2014 Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas
Todos os Direitos Reservados
Última Actualização em: 25-09-2020