Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
   
Procura Avançada
Maria José Moura


Maria José Moura, responsável pela criação da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas em 1986, morreu hoje em Lisboa.

​Era considerada, por muitos, a "mãe" da Rede de Bibliotecas Municipais. As diversas homenagens que lhe foram feitas, em Portugal e no estrangeiro, reconheceram a mulher que serviu a causa das bibliotecas durante toda a vida. A DGLAB, organismo que sucedeu ao IPLB e DGLB, lamenta profundamente esta perda.

Maria José Moura era IMG_20170610_191123_01peq.jpglicenciada em Ciências Históricas e Filosóficas, com especialização no Curso de Bibliotecário Arquivista pela Universidade de Coimbra.
Foi Diretora dos Serviços de Documentação da Universidade de Lisboa até 1987. 

Em 1986, foi coordenadora e redatora do Relatório do Grupo de Trabalho nomeado pela Secretária de Estado da Cultura, com o objetivo de definir as bases de uma política nacional de leitura pública, e onde se apontavam as medidas imediatas de intervenção, bem como orientações conceptuais e programáticas sobre as bibliotecas a criar e que estiveram na génese da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas.

Durante longos anos, e até 2006 - data em que se aposentou, foi Diretora de Serviços de Bibliotecas do Instituto Português do Livro e das Bibliotecas, do IBL que lhe sucedeu e depois da Direção-Geral do Livro e das Bibliotecas do Ministério da Cultura.

Foi,  simultaneamente, Coordenadora Geral do Projeto do Inventário do Património Cultural Móvel, Delegada Nacional do PGI/UNESCO, Vice-Presidente do Conselho Superior de Bibliotecas, responsável pelo National Focal Point – Telematic for Libraries Program e membro do Information Society Forum (Bruxelas). Integrou a Comissão de Honra do Plano Nacional de Leitura.

Sócia fundadora da BAD, de que era Associada Honorária, desempenhou as funções de Presidente da Direcção, Presidente da Assembleia Geral e, mais recentemente, de Vice-Presidente do CDN.

Integrou os Comités Permanentes da IFLA “ Public Libraries”  e “ Library Buildings and Equipment” e foi condecorada com a Ordem do Mérito. Recebeu também (1998, Amesterdão) o Prémio Internacional do Livro, por proposta da IFLA.

(Foto: Susana Lopes)

2-2-2018 RD


   
    
© 2007-2014 Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas
Todos os Direitos Reservados
Última Actualização em: 20-03-2019