Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
   
Procura Avançada
O contributo das Bibliotecas para os ODS 2019 do HLPF


​No seu blog, a IFLA criou uma nova série, em atualização, dedicada à demonstração do papel vital das bibliotecas para atingir cada um dos 6 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável selecionados para 2019 pelo Fórum Político de Alto Nível (HLPF) da ONU: ODS 4, ODS 8, ODS 10, ODS 13, ODS 16 e ODS 17.

 

#ODS4 - Educação de Qualidade e Aprendizagem

1. As bibliotecas promovem a leitura e as literacias indispensáveis para a aprendizagem em qualquer idade.

2. A aprendizagem não termina na escola. Nas bibliotecas as pessoas aprendem a lidar com as inovações tecnológicas e encontram novas oportunidades. Na sociedade é fundamental a adaptação às mudanças para poder haver crescimento e desenvolvimento quer profissional, quer pessoal.

3. As bibliotecas, como instituições familiares e fiáveis, oferecem espaços e recursos dedicados a servir as necessidades de aprendizagem e o desenvolvimento de competências.

 

#ODS8 - Trabalho digno e crescimento económico

IFLA8.png

1. O mercado de trabalho só funciona quando as pessoas conhecem as oportunidades existentes. No entanto, metade da população mundial não tem acesso à Internet ou não está confiante on-line. As bibliotecas, para além de serem lugares onde as pessoas podem aceder à Internet, também podem receber apoio e orientação sobre onde encontrar possibilidades, ajudando-as a encontrar emprego.

2. Quem mais precisa de apoio podem ser os mais difíceis de alcançar: para muitos, ir a um centro de emprego está associado ao estigma. Outros, especialmente de grupos marginalizados, sentem-se pouco à vontade em entrar em edifícios oficiais. As bibliotecas, por não implicarem qualquer obrigação, podem ser mais atrativas e ter maior capacidade de captação da população marginalizada e mais vulnerável.

3. O desenvolvimento de novas competências é crucial e é uma necessidade para todos, não apenas para responder às mudanças tecnológicas e económicas, mas também para encontrar trabalho de melhor qualidade e mais satisfatório.  As bibliotecas não só facilitam aprendizagens a quem já saiu do sistema escolar, mas são também uma porta de entrada para outras formas de educação adulta e não formal.

 

#ODS10 - Reduzir as desigualdades

IFLA10.png

1. O acesso à informação, educação e cultura é um direito humano. Todos devem ter direito ao acesso à informação, à educação e a participar da vida cultural da comunidade. As bibliotecas são os locais ideias para aceder e divulgar a informação.

2. A falta de informação reforça a pobreza, pois quando as pessoas não têm acesso à informação não são capazes de tomar as melhores decisões, ou mesmo de aceder a programas e projetos que as poderiam ajudar a melhorar a vida. As bibliotecas disponibilizam a todos o acesso à informação, independentemente do estatuto social, género, profissão ou idade.

3. As bibliotecas públicas são universais e, no combate à desigualdede,  concebem programas direcionados a grupos específicos e vulneráveis, desempenhando um papel fundamental.

 

 #ODS13 - Alterações Climáticas

IFLA13.png

1. O primeiro passo para enfrentar a crise climática é entendê-la. A colaboração entre especialistas é fundamental, bem como a partilha das descobertas e de práticas para travar e combater estas alterações. As bibliotecas são assim essenciais para facilitar o acesso a essa informação, ao seu entendimento e fomentando a partilha através do acesso aberto.

2. Este Objetivo sublinha o papel individual de cada um na mudança de hábitos e comprtamentos. As bibliotecas podem mais facilmente fazer chegar às comunidades a necessidade dessas mudanças, servindo de exemplo ao adoptarem também elas comportamentos sustentáveis.

3. A partilha e disponibilização de ferramentas e recursos à comunidade ajuda a evitar o aumento do consumo e portanto também da sua produção, contribuindo assim para a redução da poluição.

Sobre o ODS 13 aceda também ao Documento (pdf) "As bibliotecas e a sustentabilidade", da IFLA.

 

#ODS16 - Cidadãos ativos e sociedades informadas

da2i-postcard-sdg16c-726x1024.jpg1. A democracia depende de sociedades informadas: as bibliotecas contribuem para que os cidadãos possam participar na tomada de decisões, promovendo e construindo uma democracia participada e sustentável, o só acontece quando se sentem envolvidos e têm um forte conhecimento das questões atuais, dos desafios e das opções que a sociedade enfrenta. As bibliotecas são lugares ideais para as pessoas se envolverem na vida cívica e aprendender e discutir assuntos importantes, partilhando opiniões.

2. O governo aberto é mais do que apenas um site: há uma crescente aceitação do valor da transparência como meio de combate à corrupção e garante da prestação de contas. A simples criação de sites ou aplicativos, ou mesmo a aprovação de leis, não farão qualquer diferença se ninguém os implementar. Há uma necessidade real de dar às pessoas o incentivo e as competências para a sua utilização e aplicação. As bibliotecas podem ajudar as pessoas a obter o máximo de informações e a desenvolver as competências para as utilizar, apoiando assim as iniciativas de governo aberto.

3. As melhores decisões são baseadas nas melhores informações: os decisores, tanto no governo como no parlamento, nas assembleias ou nas autarquias locais, contam com as melhores evidências e apoio possíveis para tomar decisões. As opções que  tomam podem afetar milhões de cidadãos. As bibliotecas, principalmente as governamentais e parlamentares, desempenham um papel essencial para garantir o acesso à informação pertinente.

 

#ODS17 - Criação, implementação e fortalecimento de parcerias como meios para atingir o desenvolvimento global sustentável

da2i-postcard-sdg17-727x1024.png1. Ao garantir a todos, em todos os lugares, o acesso e utilização da informação, as bibliotecas contribuem para a dissiminação e partilha do conhecimento, o que abre portas à criatividade e à inovação locais, diminuindo o fosso entre ricos e pobres e não deixando ninguém para trás.  

2. Como espaços públicos, as bibliotecas são de um grande contributo para as parcerias e colaboração uma vez que quando se trabalha para as comunidades locais, é necessário utilizar o contacto e o espaço físico para além das aplicações e tecnologias. A construção de soluções colaborativas com diferentes intervenientes, especialmente aquelas para a inclusão de grupos mais vulneráveis, requer espaços onde essas ações possam ser discutidas, adaptadas e assumidas pela comunidade.

3. A capacitação requer acesso à informação. O desenvolvimento sustentável não se consegue sendo sempre os países mais ricos a formular as soluções. A longo prazo, todos os países devem ter a capacidade de tomar as melhores decisões para si próprios e seguir o melhor caminho possível. A informação é um ponto de partida e uma base para melhorar a capacidade dos governos em todos os níveis, aumentando a sua eficácia.

#Lib4Dev #DA2I #HLPF2019

IFLAM.jpg

Atualizado a 18-7-2019 RD


16-7-2018 RD    
    
© 2007-2014 Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas
Todos os Direitos Reservados
Última Actualização em: 22-10-2019