Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
   
Procura Avançada
Campanha Maria Moliner - Plano de Fomento de Leitura de Espanha 2017-2020


​Conhecidas, no final de outubro, as bibliotecas premiadas na 18ª edição da Campanha de Animação da Leitura María Moliner, edição promovida pelo governo espanhol junto da Federação de Municípios e Provincias (FEMP) e, desde 2002, com a colaboração da Fundação Coca-Cola Juan Manuel Sainz de Vicuña.

Dirigida aos municípios espanhóis com menos de 50 mil habitantes, esta campanha com formato de concurso, está integrada no Plano de Fomento da Leitura 2017-2020 do Governo espanhol e premeia as melhores iniciativas de animação de leitura desenvolvidas pelas bibliotecas.

 

maria-moliner.jpg

 

Entre os 604 projetos apresentados na edição deste ano, foram selecionados os melhores 300, cujas bibliotecas irão receber lotes de livros (cerca de 180 títulos cada lote), numa seleção que pretende ser uma mostra da atual produção literária e de ilustração, dando especial atenção aos títulos de carater infantil e juvenil. As aquisições são financiadas pelo Ministério da Educação, Cultura e Desporto, num total de 512 mil euros.

Para além destes lotes, as bibliotecas podem ainda receber um prémio em dinheiro destinado à sua categoria em termos demográficos (menos de 5 mil habitantes, entre 5 mil e 20 mil e entre 20 mil e 50 mil habitantes) no valor de 12 mil euros cada.

É valorizada a eficiência na gestão dos recursos da biblioteca, o empenho e esforço dos profissionais face aos recursos disponíveis, os projetos de extensão bibliotecária, a colaboração com outras entidades e agentes culturais locais, e ainda os projetos que fomentem a convivência intercultural e o desenvolvimento tecnológico.

Este ano, os municipios de Estadilla (Huesca), Verín (Ourense) y Galapagar (Madrid) foram eleitos como os melhores nas suas categorias e receberão 12 mil euros cada da Fundação Coca-Cola.

Biblioteca Pública Municipal de Estadilla, Huelva (menos de 5 mil habitantes) - projeto "Chiscarabí: la magia continúa", pela sua ampla e variada programação de atividades e implicação na perservação do meio ambiente. Destaca o papel significativo do bibliotecário no que respeita ao desenho, programação, desenvolvimento e envolvimento, participação da comunidade, que transformou a biblioteca num elemento fundamental para o desenvolvimento cultural do municipio. Menções especiais para as bibliotecas de Galápagos (Guadalajara), Ablitas (Navarra), Soto del Barco (Asturias), Carpio (Córdova) e Villamalea (Albacete);

Biblioteca Pública Municipal de Verín, Ourense (entre 5 mil e 20 mil habitantes) - projeto "Voluntariado cultural con chic@s para el fomento de la lectura". É um projeto consolidado que se iniciou há 9 anos e converteu uma biblioteca numa referência cultural na localidade através da realização de um grande número de atividades diversificadas e de qualidade graças à colaboração de jovens voluntários. Destaca-se  o seu caráter transfronteiriço, já que o projeto chegou a aldeias de Portugal. Menções especiais para as bibliotecas de Lugo de Llanera (Asturias), Herencia (Ciudad Real) e Suances (Cantabria);

Biblioteca Municipal de Galapagar Ricardo León, Madrid (mais de 20 e até 50 mil habitantes) - projeto "La Torre de Babel: construyendo una biblioteca para todos", pelo seu trabalho de inclusão e integração social de idosos, desempregados e incapacitados, e pelo apoio à interculturalidade através da oferta de atividades diversificadas de promoção da leitura. Destacado o esforço do municipio no sentido de transformar a biblioteca num espaço cultural para todos, promovemdo a cidadania e a colaboração institucional nos seus serviços. Menções especiais para as Bibliotecas de San Javier (Murcia), de Cieza (Murcia) e Biblioteca Pública Municipal Miguel Hernández de Armilla (Granada).

maria-moliner4.bmp

3-11-2017 RD

 
       
    
© 2007-2014 Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas
Todos os Direitos Reservados
Última Actualização em: 06-12-2021