Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
   
Procura Avançada
Curso «Laboratorios Ciudadanos, innovación ciudadana en bibliotecas» (online e gratuito)


Estão abertas as inscrições para a nova edição do Curso "Laboratorios Ciudadanos Distribuidos: innovación ciudadana en bibliotecas y otras instituciones culturales", até ao próximo dia 29 de abril. Esta nova edição tem como parceiro o Iberbibliotecas que acompanhará a sua realização em português (canais próprios, fórum e tutoria de Cinthia Mendonça).

mlcabe700.jpg

As experiências de Laboratórios Cidadãos obedecem a uma metodologia baseada na criação de um contexto onde os cidadãos se encontram para desenvolver projetos de melhoria das suas comunidades, permitindo que uma pessoa, ou um grupo de pessoas, proponha projetos/ideias que prevêem a participação/colaboração de outros cidadãos que contribuirão para o seu desenvolvimento. Esta metodologia é usada e desenvolvida pelo Medialab Prado em Espanha há mais de 15 anos: o processo de criação de um Laboratório Cidadão começa com a publicação de um edital para a apresentação/inscrição de ideias/projetos para desenvolver no âmbito do laboratório. Posteriormente, é publicada uma segunda chamada à qual pode aderir qualquer pessoa que queira participar do desenvolvimento de um dos projetos apresentados. O resultado é a formação de equipas de trabalho multidisciplinares que não trabalham com estruturas organizacionais tradicionais, mas abordam as iniciativas de forma colaborativa e criativa. Nestes laboratórios podem-se cruzar todo tipo de disciplinas: programação com agricultura, música com matemáticas, desenho con sustentabilidade, saberes ancestrais com digitalização, etc. As combinações são ilimitadas e a chave consiste em deixar que essas possibilidades - pouco convencionais - aconteçam, mantendo uma mentalidade aberta e permitindo jogar com o inesperado.

Os Laboratórios Bibliotecários, são fruto de um Projeto em colaboração entre a Subdirecção Geral de Coordenação de Bibliotecas (Ministério da Cultura e Desportos espanhol) e o Medialab Prado (Madrid), com o objetivo de reforçar a ideia da biblioteca como ponto de encontro dos cidadãos para o desenvolvimento de projetos conjuntos, atendendo a que estas são espaços públicos, acolhedores e abertos a todas as pessoas, de todas as idades e condições sociais, sem lógica comercial, com acervos diversificados e plurais, que promovem a troca de informações e o debate, além de garantirem a veracidade da informação que disponibilizam; também a formação dos seus profissionais para documentar os processos de desenvolvimento de projetos, bem como para fazer o acompanhamento nas seleções bibliográficas retiradas dos seus acervos, é mais um dos muitos fatores que tornam a biblioteca o local ideal para a realização e promoção dos Laboratórios Cidadãos.

Sobre a organização, conteúdos e metodologia do Curso "Como montar um laboratório cidadão e construir redes de colaboração numa biblioteca":

Objetivo Final:
Após a conclusão do curso, os participantes são convidados a organizar um laboratório cidadão na sua localidade, onde os cidadãos poderão realizar suas próprias iniciativas.

Destinatários
O curso destina-se principalmente a bibliotecas que desejam montar um laboratório cidadão, mas também a outras instituições ou entidades culturais que desejam ativar redes de colaboração nas suas comunidades e a pessoas que desejam participar como colaboradores ou promotores de um projeto. Embora podendo ser feito individualmente, é recomendado o trabalho colaborativo. O próprio curso servirá para formar equipas de trabalho.

Organização e metodologia:
O curso está organizado em duas partes: na PARTE I é explicado (através de vídeos e outros materiais) como montar um Laboratório Cidadão e na PARTE II (de caráter opcional) é feito o convite aos participantes para aplicarem os conhecimentos adquiridos e iniciarem seus próprios laboratórios.

A PARTE I tem uma duração de seis semanas (3 de maio a 11 de junho), cada semana correspondendo a um módulo (disponibilizando vídeos e textos de especialistas), estando  programadas sessões para debate sobre os diversos aspectos relacionados com os laboratórios cidadãos, tutoriais com professores e um fórum de discussão para todos os participantes. Conheça os conteúdos de cada módulo no site do Labsbibliotecarios.

mlparte1.jpg

Às segundas feiras, durante 6 semanas, será publicado o conteúdo do módulo correspondente e proposto um exercício relacionado com o mesmo. Os conteúdos publicados serão mantidos disponíveis na web. Durante a semana haverá sessões online ao vivo com os professores onde poderão ser colocadas questões referentes ao módulo dessa semana. Além disso, será criado um fórum onde os participantes podem partilhar dúvidas e propostas com professores e com os outros participantes.

O objetivo da parte curricular do curso é que qualquer instituição interessada conheça e fique apta a dar os passos necessários para o arranque de um laboratório cidadão (condicionamento do espaço, ferramentas digitais, modelos de abertura de chamadas/inscrições para projetos e de chamadas/inscrições para colaboradores, planos de comunicação, mediação, documentação e avaliação), com o objetivo de ativar a colaboração territorial e setorial, bem como o desenvolvimento de projetos entre diferentes cidades.

A PARTE II do curso (de caráter opcional) refere-se à aplicação dos conhecimentos adquiridos, através da realização de laboratórios na comunidade. É proposto que os laboratórios sejam lançados numa ação simultânea, no outono de 2021, para que cada laboratório desenvolvido em contexto local possa ter um impacto global. A organização dará apoio às instituições durante todo o processo e participará na divulgação das chamadas públicas, quer para projetos, quer para colaboradores. As datas propostas para esta segunda parte são: entre 1 e 30 de setembro (chamada para projetos/ideias); entre 1 e 31 de outubro (chamada para colaboradores); entre 1 e 30 de novembro (realização do Laboratório).

mlparte2.jpg

Duração
A primeira parte do curso realizar-se-á entre 3 de maio e 11 de junho de 2021, e a segunda parte - implementação de um laboratório, de 1 de setembro a 30 de novembro.

As instituições que, após a conclusão do curso, concluírem a segunda parte da iniciativa - o lançamento de um laboratório do cidadão, serão creditadas com a conclusão do curso.

Saiba mais sobre o projeto no site Labs Bibliotecarios

Inscrições:
Inscreva-se aqui até 29 de abril!

mlIntMed.jpg











 
12-04-2021 | RD      
    
© 2007-2014 Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas
Todos os Direitos Reservados
Última Actualização em: 09-12-2021