Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
   
Procura Avançada
15º Encontro da RNBP
 

 

O 15º Encontro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas assinalou os 25 anos do Manifesto da UNESCO sobre as Bibliotecas Públicas.

Nos dias 4 e 5 de novembro de 2019, no Teatro Miguel Franco, em Leiria, a DGLAB e o Município de Leiria, em colaboração com a Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas (BAD), promoveram o 15º Encontro da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas que teve como tema os “25 anos do Manifesto da UNESCO | Serviços, comunidades e literacias: ainda precisamos de bibliotecas?”

O Manifesto proclama a crença da UNESCO na biblioteca pública como uma força viva para a educação, cultura e informação e como um agente essencial para a promoção da paz e do bem-estar espiritual dos cidadãos. Nele, a biblioteca pública é considerada como sendo central para a liberdade e equidade de acesso à informação e ao conhecimento para todas as pessoas, devendo ter como principal objetivo desenvolver as competências de literacia das comunidades.

No ano da celebração dos 25 anos da sua ratificação, e mais de 30 anos passados sobre a criação da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas, pretendeu-se fomentar a reflexão sobre o papel da biblioteca pública na comunidade, no nosso tempo. Assim, desafiaram-se os seus bibliotecários, em todo o país, a participar nesse momento de reflexão sobre a forma como o Manifesto se relaciona com sua biblioteca:

Quais das 12 missões do Manifesto estão a ser privilegiadas?
A que públicos será prioritário atender? E porquê?
Quais os públicos que estão a ser desconsiderados?
Quais os principais obstáculos para a concretização da missão da biblioteca pública?
Que desafios enfrentam as bibliotecas públicas?
Qual o seu papel na sociedade atual?

“A liberdade, a prosperidade e o desenvolvimento da sociedade e dos indivíduos são valores humanos fundamentais. Só serão atingidos quando os cidadãos estiverem na posse da informação que lhes permita exercer os seus direitos democráticos e ter um papel ativo na sociedade. A participação construtiva e o desenvolvimento da democracia dependem tanto de uma educação satisfatória, como de um acesso livre e sem limites ao conhecimento, ao pensamento, à cultura e à informação. A biblioteca pública - porta de acesso local ao conhecimento - fornece as condições básicas para uma aprendizagem contínua, para uma tomada de decisão independente e para o desenvolvimento cultural dos indivíduos e dos grupos sociais. Este Manifesto proclama a confiança que a UNESCO deposita na Biblioteca Pública, enquanto força viva para a educação, a cultura e a informação, e como agente essencial para a promoção da paz e do bem-estar espiritual nas mentes dos homens e das mulheres. Assim, a UNESCO encoraja as autoridades nacionais e locais a apoiar ativamente e a comprometerem-se no desenvolvimento das bibliotecas públicas.” in Manifesto.

PROGRAMA

COMUNICAÇÕES

Dia 4 de novembro

"25 anos do Manifesto da UNESCO sobre as Bibliotecas Públicas: Para quê? Para quem?" - Bruno Duarte Eiras, Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas.

"A Biblioteca como plataforma social e cidadã" - Diego Gracia, Subdirección General de Coordinación Bibliotecaria, Ministerio de Cultura y Deporte e João de Sousa Guerreiro, Colegio Internacional de Sevilla - San Francisco de Paula.

Apresentação de Projetos

1 - Livros com Ciência - Biblioteca Municipal de Bragança.

2 - Histórias Contadas, Sorrisos Partilhados - Biblioteca Municipal António Ramos Rosa, Faro.

3 - Clubes de leitura - Biblioteca Municipal de Ílhavo. Apresentação VÍDEO.

4 - Liga-te à Biblioteca - Biblioteca Municipal Afonso Lopes Vieira, Leiria. Apresentação VÍDEO

5 - Biblioteca das coisas - Biblioteca Municipal de Penacova.

6 - Espaço DOING - Biblioteca Municipal de Pombal. Apresentação VÍDEO.

7 - Português para estrangeiros - Biblioteca Municipal de Seia.

8 - Mercado da palavra - Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes, Torres Novas.

9 - ODS: Juntos mudamos o mundo - Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, Vila Nova de Famalicão.

10 - Board Games Night - Biblioteca Municipal Prof. Machado Vilela, Vila Verde.

 

Dia 5 de novembro

"Uma biblioteca na comunidade: em busca de um modelo de biblioteca pública" - Nuno Marçal, João de Sousa Guerreiro e Zélia Parreira.

“A Biblioteca Pública no contexto Municipal”
Anabela Graça, Vereadora da Cultura do Município de Leiria;
Ana Maria Cabral, Vereadora da Educação do Município de Pombal;
Catarina Vaz Pinto, Vereadora da Cultura do Município de Lisboa.

Apresentação de projetos

1 - Aplicação 3 L, Livros, Leituras e Literacias - DGLAB.

2 - Eu construo - Biblioteca Municipal de Alcobaça. Apresentação VÍDEO.

3 - Conto Contigo: Programa de Literacia Familiar - Biblioteca Municipal Miguel Torga, Arganil.

4 - Comunidade de Leitores da Biblioteca Municipal Doutor José Vieira de Carvalho, Maia.

5 - Bibliomóvel de Proença-a-Nova - Biblioteca Municipal de Proença-a-Nova.

6 - Pais do Avesso - Biblioteca Municipal de Sever do Vouga.

7 - Biblioteca Humana - Biblioteca Municipal de Torres Vedras.

8 - Gaia Inclusiva - Biblioteca Pública Municipal de Vila Nova de Gaia.

 

REGISTO FOTOGRÁFICO 

Casacheia.jpgSilv.JPG Bruno.jpg 

Espanhois.jpg marçal-guerreiro-zelia (4).jpg vereadoras.jpg

12-11-2019 RD

© 2007-2014 Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas
Todos os Direitos Reservados
Última Actualização em: 31-05-2020