Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal
   
Procura Avançada
Bibliotecas Inclusivas e Acessíveis



​“Os serviços da biblioteca pública devem ser oferecidos com base na igualdade de acesso para todos, sem distinção de idade, raça, sexo, religião, nacionalidade, língua ou condição social. Serviços e materiais específicos devem ser postos à disposição dos utilizadores que, por qualquer razão, não possam usar os serviços e os materiais correntes, como por exemplo minorias linguísticas, pessoas deficientes, hospitalizadas ou reclusas. Todos os grupos etários devem encontrar documentos adequados às suas necessidades.”

in Manifesto da IFLA/Unesco sobre Bibliotecas Públicas.


Aproveitando o mote da campanha deste mês de abril do Instituto Nacional para a Reabilitação - INR, "Abril, Inclusões mil", partilhamos informação sobre serviços especiais que algumas bibliotecas municipais da RNBP, um pouco por todo o país, disponibilizam às suas comunidades, e que incluem coleções em suportes alternativos, equipamentos de leitura especial e/ou espaços transformados e acessíveis para todos (seja pela eliminação de barreiras físicas, seja pela  adoção de sistemas de comunicação fáceis que incentivam a utilização autónoma de todos os precisam das bibliotecas):
 
BIBLIOTECA MUNICIPAL DR. RENATO ARAÚJO - SÃO JOÃO DA MADEIRA - Centro de Leitura Especial

A Biblioteca Municipal Dr. Renato Araújo, de S. João da Madeira, tem aberto ao público há mais de 10 anos, um Centro de Leitura Especial dirigido a utilizadores com necessidades especiais decorrentes de deficiência visual, proporcionamdo-lhes um acesso facilitado à informação, à leitura e, sobretudo, autonomia na pesquisa, consulta e acesso ao conhecimento. Completando o fundo em Braille, a disponibilização de equipamento específico para leitura, ampliação de textos e imagens, pesquisa na internet, audição de livros e elaboração de materiais pelo próprio, tornaram a biblioteca mais inclusiva, mais próxima de todos e capaz de responder eficazmente às necessidades informativas de todos os públicos. A implementação do Centro é acompanhada de um serviço de esclarecimento e informação da comunidade local, que ajuda a desmitificar preconceitos associados à deficiência. Numa primeira fase, a Biblioteca promoveu visitas domiciliárias e ações de esclarecimento junto da população alvo, para divulgação direta do seu Centro de Leitura Especial e na etapa seguinte, incentiva a comunidade com necessidades especiais a tornar-se frequentadora assídua da Biblioteca.

CLE3.jpg CLE1.jpg
(fotos: Biblioteca Municipal de São João da Madeira)

BIBLIOTECA MUNICIPAL DOUTOR JOSÉ VIEIRA DE CARVALHO - MAIA - Centro de Leitura Especial

A Biblioteca Municipal Doutor José Vieira de Carvalho inaugurou em outubro de 2018 um Centro de Leitura Especial com o objetivo de criar condições de acesso à informação para cegos, amblíopes e pessoas com incapacidade permanente ou temporária (deficientes, idosos). Com este novo espaço, pretendeu-se motivar o público-alvo para a leitura, suprir a falta de produção bibliográfica em suportes especiais (braille, suportes magnéticos e digitais) e permitir um serviço de apoio à comunidade nas questões relacionadas com a problemática da deficiência. O CLE dispõe de recursos para utilizadores cegos, nomeadamente Jaws com SMA - Leitor Ecrã, Linha braille c/ Bluetooth, OCR – Open book, Basic-D, impressora braille. Para os utilizadores com baixa visão dispõe de recursos como o ZoomText, teclado ampliado com fios e Topaz XL HD - Ampliador de caracteres.

CLEMaia18.jpg
(foto: Biblioteca Municipal da Maia)


BIBLIOTECAS MUNICIPAIS DE VALONGO - Comunicação Aumentativa e Alternativa

As Bibliotecas Municipais de Valongo iniciaram em 2021 a implementação de um sistema do Comunicação Aumentativa e Alternativa, visando disponibilizar respostas para necessidades complexas de comunicação e de orientação no espaço da biblioteca, por parte de utilizadores com necessidades especiais e com dificuldades na vida quotidiana ou na inclusão social (ex.: autismo, deficiência cognitiva, idade, ausência de linguagem, ausência de fala, etc.). Nesta iniciativa, foram utilizadas ferramentas criadas no âmbito do projeto ARASAAC, projeto financiado pelo Departamento da Cultura, Desportos e Educação do Governo de Aragão (Espanha) e desenvolvido pelo Centro Aragonês de Comunicação Aumentativa e Alternativa.

BMV2p.jpgBMV3p.jpg
(fotos: Bibliotecas Municipais de Valongo)

Para além destes três exemplos, podemos contar com os recursos e serviços de leitura especiais das Bibliotecas Municipais de: Coimbra, Porto, Lisboa, Abrantes, Águeda, Albufeira, Santa Maria da Feira, Figueira da Foz, Sintra, Vila Nova de Gaia, Matosinhos, Odivelas, Tondela, Viana do Castelo, Vila Verde e ainda a Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, de Braga, que recentemente foi vencedora de um Prémio da Acesso Cultura.

Se a sua biblioteca também disponibiliza recursos e/ou espaços acessíveis e não se encontra nesta lista, informe-nos! Se ainda não disponibiliza e pretende vir a disponibilizar, sugerimos o contacto com os profissionais das bibliotecas referidas para partilha de experência e orientação.

Leituras relacionadas no nosso site:

06-04-2022 | RD    
    
© 2007-2014 Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas
Todos os Direitos Reservados
Última Actualização em: 03-03-2024